Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sou completamente fã de bolos decorados e nos últimos anos tenho-me entretido em alguns workshops para aprender técnicas dessa arte de cake design.

 

O que me dá mais gozo é receber as "encomendas" do meu filho Francisco ou das minhas sobrinhas para lhes concretizar os desejos de bolos de festa cobertos com pasta de açuçar modelada de acordo com os seus sonhos.

 

Das minhas mãos ainda pouco experientes já saíram em tempos bolos e cupcakes de angry birds, do panda, de escuteiros, de primeira comunhão... A minha sobrinha Maria dá-me uma ajuda valente e até o Francisco se entretém na modelação de criações que no final (ou no entretanto) são irresistivelmente devoradas.

 

Muito tempo antes das festas, mostram-me fotografias de bolos explicando com pormenor o que pretendem. São exigentes e sonhadores estes "Clientes". No entanto também gostam de ajudar e de assistir atentos e opinativos aos projectos ganhando forma. No final, ganho a recompensa em sorrisos rasgados e olhinhos admirados focados no bolo. Claro que no mercado existe uma grande oferta de bolos decorados por profissionais maravilhosos, mas os bolos home made têm sempre o valor acrescentado do nosso amor.

 

O próximo projecto será um bolo castelo da princesa Sofia com cupcakes de chocolate. Estou tão ou mais entusiasmada do que a própria Inês por ter a oportunidade de fazer um bolo com cor de rosa, com aquele girly glitter que nunca é permitido nos bolos dos meus rapazes.

 

Nestas ocasiões abasteço-me sempre na loja Docinho de Açúcar. Ali encontro loiças lindas Bordallo Pinheiro, milhares de acessórios e ferramentas para bolos, cupcakes e artigos de festa com imenso bom gosto que fazem o delírio para os amantes de cake design.

 

Para vosso regalo aqui ficam algumas fotos da loja e de artigos da Docinho de Acúçar:

 

 

 

 

 

PS - Espero conseguir modelar um bolo castelo digno de ser orgulhosamente partilhado aqui no Blog.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Sempre que passeamos no Chiado sentimo-nos mais portugueses a cada pisar da calçada cruzada com a passagem dos eléctricos.

 

A cidade tem ali a energia especial das pessoas que a vagueiam a pé em admiração das compras entre pausas nos cafés.

 

Neste embrenhado de ruas encontrámos a loja A Vida Portuguesa. Assim que subimos o degrau de entrada regressámos ao passado, sem máquinas de tempo nem efeitos especiais. Nesta loja é possível encontrar produtos antigos genuinamente portugueses, fieis à produção original e às nossas memórias.

 

 

É impossível não exclamar e apontar o dedo a quase tudo o que nos traz recordações já meio perdidas mas de imediato salvas e reavivadas:

 

Alegria olhar para as sobrinhas de chocolate Regina e pastilhas Gorila!

 

E, no meio de tanta coisa, reencontrar as latinhas de limpa metais coração (e por segundos sentir o cheiro do produto nos panos esfregados nos pratos dourados da casa da minha Mãe).

 

E para meu grande espanto reencontrar cadernos e brinquedos de antigamente, tão bonitos e descomplicados.

 

 

Neste entusiasmo, rendi-me perdidamente às andorinhas de cerâmica Bordallo Pinheiro. Desde pequena, sempre supus serem mais felizes as casas brindadas com estes pássaros primaveris.

 

 

Assim, e em menos de nada comprei um bando de andorinhas (para grande euforia do Francisco que até me pedinchava andorinhas para o seu quarto).

 

Entretanto estudo a forma de as pendurar no hall de entrada cá de casa, em sinal de boas vindas e de bom tempo.

 

Aqui ficam algumas inspirações para o "projecto andorinha".

 

 

 

 

 

PS- talvez tarde em dar-vos notícias sobre o resultado... não sou muito jeitosa com pregos e martelos. Deadline do projecto: início da Primavera para ser optimista!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D