Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vigília

24.10.13


No final da longa espera em que nas últimas horas já não consigo descolar os olhos do relógio para ter a certeza que o tempo avança, ouvi finalmente a porta do bloco abrir e esbugalhei olhos e ouvidos às boas notícias sobre o que eu não vi lá dentro. Mas as boas notícias não chegam para o meu sossego, quero ver-te.
Sais pálido como um boneco de cera mas sereno e tão lindo. Já não sou capaz de parar de te olhar para adivinhar sinais. Se consegues mexer um braço ou perna, se tens forças, dores.
Agitas-te e eu contigo. Respiramos os dois mas isso só não basta.
Quando abres os olhos tento que me procures e falo-te baixinho para me encontrares nesse reconhecimento. Ainda estás zonzo como eu. Tenho que te dar tempo.
Passado um instante dou-te um pouco de chá pela seringa e bebes como um pintainho sedento.
Aguardamos.
Depois passamos ao teu leitinho e tu surpreendes-me com a tua força segurando o biberon como se tivesses o mundo entre mãos! Fazes-me sorrir tanto!
Mas depois vem a agonia e vomitas e eu tento estar firme que são complicações normais (repetindo cem vezes para mim que é normal para interiorizar isso).
Agora espero-te novamente e ficarei aqui sempre ao teu lado para te amparar.
Tento esquecer os pensamentos sobre as tantas desaventuras da anterior cirurgia mas não consigo viver sem essa sombra de medo. Preferia não ter esse passado presente para agora ser capaz de festejar tão só que te devolveram vivo.
Preciso rezar para pedir mais fé. Pedir que eu seja capaz de entregar a Maria este sofrimento.
Fecho os olhos e lembro-me do que li em Fátima:

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

Imagem de perfil

De Monica a 29.10.2013 às 23:21

Querida Irina, os nossos pequenos estiveram internados na mesma altura no final do ano passado e início de 2014. Rezava pelos dois e ia sabendo do estado da Ninocas pela Rita. Chorei muito quando soube da notícia e ainda tinha o meu Manel internado. Senti muito essa perda, pelo que nem imagino a força com que o seu coração guardará os sorrisos da Ninocas. Estou consigo e nunca esqueço a Leonor. beijinho grande até ao céu
Sem imagem de perfil

De Irina Duarte Silva a 30.10.2013 às 15:43

E eu não me esqueço de vocês. Toda a força do mundo. Acredito que este rapaz vai dar muito que falar. um beijinhos nos vossos corações

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D