Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quando saí de casa esta manhã dei um abraço de despedida ainda mais especial ao Manel, lembrando-me de coração apertado que estava marcada para hoje a nova cirurgia.

O maior transtorno do adiamento de apenas 2 semanas foi mesmo o prolongar da clausura do Francisco em quarentena (apesar do rapaz nem se queixar e do Manel delirar com a companhia do mano a toda a hora, de espalhafato semelhante ao do João Baião no velhinho Big Show Sic).

 

Assim, fui pelo caminho a pensar que de nada vale lamentar contratempos e que assim até tenho mais tempo para mobilizar orações e encher mais um pouco o coração de rua e de sol.

Nestas circunstâncias, o conseguir chegar ao trabalho significa um dia a mais de liberdade, fora do hospital, pelo que se torna fácil à chegada ao destino estacionar o carro e estes pensamentos e pôr mãos à obra após o sagrado café.

 

Pouco tempo depois, já embrenhada nos assuntos a tratar, recebo um email da minha sobrinha Maria. Pela hora em causa, assumo que deu uma escapadela à biblioteca da escola só para me presentear com uma bela mensagem pelo que, mesmo antes de abrir o corpo do email, já eu babava com o gesto da minha pré teenager mais querida.

 

Eis senão quando leio o seguinte (passando a citar, já após revisão ortográfica para não achincalhar a moça):

Olá, titi fiquei a saber que tu precisas de uma secretária por isso vou te mandar o meu currículo....

 

[Pára tudo: Eu não ando em processo de recrutamento de assistente administrativa, mas a Maria ouviu-me há dias suspirar de saudades da minha secretária do antigo escritório, enquanto eu protestava o quanto odeio fazer arquivo no estaminé. Podemos então prosseguir...]

 

Eu chamo-me Maria dos Santos André Cabrita Fernandes, tenho 10 anos nasci a 9 de Abril de 2003. O que lhe posso dizer sobre mim é que dou alguns erros ortográficos, sou uma mulher muito trabalhadora e sou uma pessoa que gosta de aprender de ensinar e que aprende depressa.

Isto é o que lhe tenho a dizer, espero que me ligue o meu número e o que lhe já dei fico à espera.

Muitos comprimentos Maria Fernandes

 

Ora aqui está, o reconhecimento do meu sucesso profissional através da recepção da primeira candidatura espontânea para um cargo no meu estaminé (ignorando para o efeito o facto de a remetente ter apenas 10 anos).

 

Passando à análise da carta de apresentação, a candidata demonstra:

  • Ter confiança (com apenas 10 anos, já se assume como “uma mulher muito trabalhadora” e que gosta de “ensinar”);
  • Ter sentido autocrítico quanto às suas fragilidades (“dou alguns erros ortográficos”);
  • Estar altamente motivada para aprender, reforçando que “aprende depressa”.

 

Nestes termos, apenas não se admite de imediato a candidata em referência (que dá erros mas gosta de aprender e ensinar), devido ao impedimento legal dessa admissão poder ser infelizmente configurada como trabalho infantil.

 

De qualquer forma, descansa Maria que a tia já imprimiu e corrigiu o teu email, para que te possas então dar ao trabalho de escrever 20 vezes as palavras assinaladas com erros. E obrigada por me ensinares a ser uma tia tão bem disposta!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D