Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




À saída de casa o Francisco viu-me com uma mala e perguntou-me se íamos de férias.
Expliquei que vinha com o Manel aos médicos para ver se o ajudam a dormir melhor e nos seja finalmente possível mudar a cama do Manel para o quarto do Kiko que se deseja tanto seja partilhado pelos manos.
Com a mesma compreensão de sempre recebi um beijo amigo do Kiko. Também acrescentou em tom sério que eu era um amor. Acredito que Deus muitas vezes me fala nesta voz de criança pequena. O Kiko fica tranquilo com o Pai e eu sigo para o Hospital mais confortada.
Nós regressamos aos apitos das máquinas, aos choros que dançam nos corredores, fardas e rotinas de colocação artesanal de fios e eléctrodos a cola na cabeça. Parece que a ultima vez foi ontem e fico com a cabeça num turbilhão das memórias. O Manel está mais crescido e oferece maior resistência. Não tem memórias apesar de ser dele o internamento. Melhor assim.
A mim resta-me pensar que é só uma noite. Das outras vezes eram sempre muitas e incertas as noites.
Aqui de vigília te guardo fazendo figas para que te curem ao menos do sono para sonharmos mais alto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Kiko faz amanhã 5 anos. Há meses que me descreve todos os pormenores que imaginou para a sua festa. O rapaz não teve dúvidas e este ano os Dinossauros serão o tema de animação.

Cada vez mais me aumenta a fasquia dos bolos de aniversário e "simplesmente" pediu um bolo dinossauro.

Claro que nós Mães queremos sempre estar à altura e penso sempre que um bolo caseirinho é sempre mais delicioso e precioso que um bolo encomendado na pastelaria.

Ora aqui fica o resultado da minha prova jurássica:

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há dias cheguei a escola do Manel e a educadora avisou-me logo que o Manel tinha caído e raspado com a cabeça, pelo que tinha um "carimbo" na testa da sua tentativa de subir ao escorrega.

Assim que me assegurei que teria sido só um raspão, sorri aliviada e pensei... aquele maroto já tenta trepar ao escorrega. Isto é fantástico!

 

Por vezes uma má notícia bem analisada pode traduzir-se, no final de contas, em saldo positivo.

 

Cada vez mais reparo que o Manel tem um sorriso maroto, em especial quando eu digo NÃO e a sua reacção é tentar desobedecer acelerando o disparate. Até quando digo o típico AI AI das Mães o Manel parece gozar-me repetindo um AI AI no mesmo tom. Em casa dos Avós fugiu em menos de nada e caminhou até à casa de banho para remexer na água da sanita! Conseguir fazer disparates em menos de 10 segundos é obra, Senhores! Eu sei que me deveria arreliar, mas o meu coração bate palmas de orgulho a esta infância que não se quer passiva nem tímida.

 

O Manel cada vez mais quer caminhar para onde quer e cresce a cada passo.

 

Não vejo a hora de o ouvir dizer-me um dia se prefere gelado de morango ou de chocolate. Gostava muito de o ouvir a explicar os seus gostos.

 

Até lá vamos dando a mão e amparando as quedas, os raspões e dói dóis que fazem parte deste crescimento.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Confesso que minutos antes de começar a festa de final de ano da escola do Manel tive medo...

No momento em que entrei na escola disparou dentro de mim uma ansiedade que tentei disfarçar. Apenas naquele instante tentei antecipar como seria a festa e se o Manel seria capaz de fazer parte da mesma sem se desenquadrar.

Comecei a sentir os outros pais desejosos, de máquinas fotográficas em riste para guardarem momentos memoráveis, e eu naquele misto de emoção e medo.

A festa começou com música e se há coisa neste mundo que desperta o Manel é a música. Viveram-se momentos descontraídos de crianças nos colos dos pais, vibrando com ritmos e sons de felicidade e da nossa alegria aliviada. O Manel não fez birras e sorria muito batendo as palmas que sacudiram os meus medos.

O Manel é diferente, é verdade. Mas esta diferença não nos impede de festejar e eu aprendi nesta primeira festa da escola que o Manel não tem o meu medo. O Manel é feliz e eu bebo dessa felicidade, tão orgulhosa de não o ver distante mas sim no mesmo ritmo de festa!

Ser Mãe do Manel é aprender muito e crescer com o Manel, sendo feliz!

 

Não resisto a partilhar mais umas fotos do dia a dia feliz do Manel explorador!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Manhã de chuva e andamos por casa nas brincadeiras preguiçosas e dengosas em pijama.
De repente o Kiko aparece de óculos de brincar, tão feliz por estar parecido ao Manel!
E eu fico orgulhosa destes pequenos companheiros, cúmplices neste amor de irmãos que resiste às diferenças e às incapacidades que se superam no carinho nos abraços e risos!
Espero que o Francisco continue sempre este optimista que goza a vida com um sorriso maroto e o Manel seja brindado e contagiado nessa felicidade, haja o que houver!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D